Campanha Matadora

Com o perdão do trocadilho, mas essa sim é uma campanha matadora…rsrs.

WASHINGTON (AFP) – Uma concessionária de caminhonetes da Flórida, região sudeste dos Estados Unidos, triplicou suas vendas com uma promoção inusitada: um rifle AK-47 na compra de um veículo.

“Começamos na quarta-feira (11 de novembro), Dia dos Veteranos de Guerra. E em quatro dias triplicamos as vendas”, afirmou Nick Ginetta, gerente de vendas da Nation Trucks, em Sandford.

A loja oferece na compra de uma caminhonete um bônus para a aquisição de um fuzil de assalto semiautomático Kalashnikov em uma loja de armas próxima.

“Queria fazer barulho, criar polêmica e que falassem de mim. Isto é publicidade. No entanto, não esperava este sucesso”, declarou Ginetta, um ex-combatente que defende o direito ao porte de armas.

“Minha clientela é composta por atletas, caçadores, pescadores. Se eu vendesse Hyundai, não teria feito este tipo de promoção”, explicou, em referência aos carros da montadora sul-coreana.

Em quatro dias a concessionária entregou 21 cupons para AK-47. A ideia é manter a promoção até o fim do mês, quando o estoque de 100 rifles deve chegar ao fim.

“Ninguém é obrigado a ter esta arma, pode pedir outra coisa”, destacou Ginetta, antes de explicar que os interessados devem cumprir com os respectivos controles de antecedentes penais.

A campanha provoca piadas entre os funcionários da loja.

“Chefe, na linha 1, Bin Laden quer comprar uma caminhonete”, brincam os vendedores.

Notícia retirada daqui.

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: