Ensino Tradicional X Ensino Empreendedor – Parte I

Uma das principais diferenças entre o ensino tradicional e o ensino empreendedor é a ênfase passada pelo professor.

No convencional, o foco é o conteúdo. Você deve absorver o máximo de conteúdo possível, mesmo que não tenha nada a ver com a sua realidade, decorar todo esse conteúdo e fazer uma prova que demonstrará se você é “inteligente” ou não.

Já no ensino empreendedor, o foco está no processo de aprendizagem. Nesse ensino, você não precisa “decorar” nada, você aprende a aprender. O segredo não está no final da viagem, mas, sim, na beleza do caminho.

Eu vejo o aprendizado como um meio para o aluno se desenvolver e ajudar a desenvolver as pessoas e o mundo ao seu redor. Não vejo o aprendizado como um “fim”, no qual o aluno deve decorar para chegar e fazer uma prova. Isso não se parece em nada com a vida.

O ensino empreendedor não se especializa em apresentar as respostas certas, mas, sim, na busca pela capacidade de formular perguntas que possam fazer o aluno crescer.

“Não adianta achar a resposta para algo que eu não queria saber. Prefiro encontrar a pergunta que me faça desenvolver.” (Celso)

Anúncios
  1. A partir do momento que PROVA se torna um sinônimo de INTELIGÊNCIA, esse é o único futuro que vemos na educação
    Por exemplo, a existência de vestibulares, de ProUnis e tudo mais, é assinar atestado de incapacidade!
    Do mesmo jeito que dizem que ”quem faz a escola é o aluno”, provas não são mais do que meros papéis com perguntas que são respondidas hoje, porém amanhã já serão esquecidas!
    Não se tem um prolongamento daquilo que foi ensinado e do que foi absorvido
    Ensino empreendedor vale daquele clichê, é IR ALÉM, é abrir portas, incentivar a busca por conhecimento, situação esta que infelizmente não veremos tão cedo, pois aquilo que é forçado a ser feito não sai bem feito é e não dá prazer na criação

  2. Concordo com tudo que disse… hoje em dia os educadores estão mais preocupados em fazer seus alunos decorarem para simplesmente fazer a prova, pois esse é o caminho mais fácil para eles, porém não percebem que ninguém aprende decorando, todos aprendemos entendendo.

    • Celso
    • 9 de agosto de 2011

    Ótimas palavras, Maurício! As perguntas que são respondidasm hoje, amanhã serão esquecidas. Muito bem colocado!! Obrigado pela interação!!

    Grande abraço e sucesso!!

    • Celso
    • 9 de agosto de 2011

    Olá, Michel!!
    Infelizmente, muitos educadores e pessoas que se dizem “gestoras” ainda acreditam no ensino de antigamente. O mundo mudou, as coisas mudaram. A atualização é inevitável, mas está acontecendo. De pouco em pouco, é verdade, mas temos que plantar nossa semente, também.

    Grande abraço e sucesso!!

  3. Olá Celso,

    Concordo contigo. Precisamos mudar radicalmente a forma de ensino/aprendizado. A educação precisa de mudanças profundas.

    Abraço.

    • Celso
    • 19 de agosto de 2011

    Olá Jônatas!!

    O mudo mudou, a mentalidade das pessoas mudou, mas a forma de ensinar, ainda não. Estamos falando de pessoas que já nasceram com tecnologia, que cresceram sabendo que podem ser o que quisererm na vida. E o primordial, que é a educação, não acompanha. É triste, mas vamos fazendo a nossa parte!!

    Grande abraço e obrigado pela interação!!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: