Quando se perde o brilho nos olhos

Deve ser muito triste para qualquer pessoa peder a motivação e começar a agir no “piloto automático”, seja no trabalho, na vida, no casamento, etc.

Creio ser importantíssimo termos motivação para acordar todos os dias e termos orgulho de dizer que fazemos algo de que gostamos, de chegar no domingo a noite e não se desanimar pelo fato da segunda-feira estar chegando e termos que começar mais uma semana. Uma vez alguém me disse que a melhor coisa de segunda-feira, é o fato de ser o dia mais longe da próxima segunda. Essa pessoa com certeza não gosta do que faz.

Todos os dias temos a oportunidade de nos reinventarmos, de sermos melhor do que no dia anterior, porém, muitos passam o dia reclamando e não fazendo nada para mudar a situação. Eu penso da seguinte maneira: se você não gosta do que faz, ou aprende a gostar ou então muda de área, mas ficar só reclamando não vai te levar a nada.

Geralmente perguntos nas aulas quem gosta do que faz e a média não passa de três, quatro pessoas em uma sala com trinta, quarenta alunos. Eu acho isso extremamente complicado, pois se nós estamos infelizes no que fazemos, como poderemos nos dedicar e oferecermos um serviço de qualidade? A pessoa está infeliz, não presta um bom serviço, o cliente recebe essa prestação do serviço, não gosta e sai reclamando, acaba descontando em alguma outra pessoa, que desconta em outra e assim vai indo. Vira uma bola de neve. Por isso, quando perdemos o briho nos olhos daquilo que fazemos, não prejudicamos apenas a nós, mas a outras pessoas também.

Eu sei que você pode estar pensando que precisa trabalhar, que nem sempre podemos fazer o que gostamos, que a vida não é desse jeito. Mas será mesmo? Será que não podemos ter controle sobre nossa própria vida e buscarmos mais felicidade e prazer? Será que não conseguimos “ganhar dinheiro” fazendo aquilo que gostamos? Por que não? É como diz quele ditado: “Sabendo que era impossível, foi lá e fez”.

Brilho nos olhos, chama acesa, vontade, motivação, ser feliz, ter prazer no que se faz, etc. Não importa o nome que se dê para essa sensação, o importante é que nós fomos feitos para ser felizes. A  decisão é sua. Pense nisso.

Grande abraço e sucesso!!

Anúncios
    • Célia Maria Rosa
    • 31 de março de 2012

    Ótimo comentário!
    Não sentir satisfação na função que exerce, provoca uma reação negativa em cadeia, mas você precisa trabalhar, então vamos começar pensando positivo?
    Vou trabalhar! Legal, significa salário no final do mês e experiência para conseguir trabalho em uma empresa melhor com um ambiente melhor, com benefícios melhores, um chefe mais bem preparado ou até mesmo “ser o chefe”, com isso o brilho nos olhos volta e tudo fica mais fácil.
    Abraço!

    • editor do Site
    • 31 de março de 2012

    Celso, gostei muito do seu artigo, as pessoas realmente trabalham mais pela necessidade que pelo prazer. Agindo dessa maneira estamos nos maltratando e o que é pior maltratando as outras pessoas que não tem nada a ver com isso.
    Estou publicando o seu artigo no http://www.falandodegestao.com.br, caso tenha algum incoveniante me avise.
    Um abraço,
    Pedro Paulo Morales

    • Celso Derisso Filho
    • 3 de abril de 2012

    Oi Célia! Belo ponto de vista! Uma coisa que sempre digo para os meus alunos é que CRISE=OPORTUNIDADE. Temos sempre que enxergar o lado positivo das coisas e encontrar algo que nos empurre para frente. Obrigado pelo comentário!
    Grande abraço e sucesso!!

    • Celso Derisso Filho
    • 3 de abril de 2012

    Olá Pedro, tudo bem?
    Fique à vontade para disseminar esse artigo ou qualquer outro em seu site, que por sinal é bem interessante! Compartilhar ideias e conhecimentos, assim vamos fazendo a diferença. Obrigado pela interação!
    Grande abraço e sucesso!!

    • Valéria Leite
    • 11 de abril de 2012

    Olá Celso

    Adorei o seu artigo, começando com o brilho nos olhos. Concordo com os colegas, precisamos fazer o que gosta para ter felicidade no trabalho. Ficar reclamando não leva a nada mesmo, às vezes só piora por que as pessoas não querem entender o seu problema, nem procuram te ajudar por falta de tempo. Eu já aprendi, sem emprego, procuro estudar, mas nunca desistir. Gosto da minha área, mas quero
    mais do que sala de aula, não sei onde vou chegar, sei que estou levando , tentando… Já sou especialista em uma área, agora vou fazer outra especialização, assim, não fico parada, mas às vezes me incomoda por que tenho necessidade de ganhar o meu próprio dinheiro ai é que vem a tristeza quando penso na escolha da profissão que fiz… Não é por que não goste, mas por que foram muitas dificuldades e comecei muito nova, com apenas 16 anos, e formei em pedagogia. Como estou há muito tempo, não seria pertinente sair agora, então resolvi seguir, mesmo achando que tenho que lutar sempre através dos estudos, talvez atrás de resposta para a minha tristeza, mas a tristeza não é da escolha profissional é da falta de trabalho, embora tendo vários cursos. Outro dia ouvi uma reportagem que dizia assim: “Um dos maiores desafios para quem está entrando na faculdade agora ou terminando o curso é ter um projeto profissional. É o que as empresas querem no dia a dia e também exigem na hora de contratar. Uma das maneiras de garantir o sucesso profissional lá na frente é começar a pensar nesse projeto no momento em que você pisar na faculdade.” Como tem anos que já fiz o curso superior e agora só faço projetos juntamente com as instituições, espero poder ter um espaço nesse caminho ,pois falta de projeto, não é. Muitas vezes erramos mais do que acertamos, acredito ter sido a minha trajetória. Agora espero uma recolocação profissional para que volte o brilho nos meus olhos e realização profissional.

    Um abraço e sucesso sempre.

    • Celso Derisso Filho
    • 12 de abril de 2012

    Oi Valéria, tudo bem?
    Existe um diagrama chinês que é o mesmo tanto para crise quanto para oportunidade, o que de fato, se analisarmos bem, é a mesma coisa. Cabe a cada um de nós conseguirmos enxergar o lado positivo das coisas e tirar lições de crescimentos e oportunidades.
    Eu sei que não resolve nada, mas um dado que você pode achar facimente na internet é uma pesquisa demonstrando que poucos estudantes de ensino superior realmente atuam na área que se graduaram.
    Não devemos nos arrepender das escolhas que fazemos, devemos nos arrepender, sim, de não fazermos nada.
    Você está indo atrás de cursos, se especializando, mantendo a cabeça ocupada, valorizando seu currículo. Nunca é tarde para se começar algum projeto.
    Obrigado pela interação.
    Grande abraço e sucesso!!

    • Valéria Leite
    • 4 de maio de 2012

    Olá Celso,

    Sempre é bom ouvir palavras calorosas de pessoas que fazem valer apena té-lo como amigo, mesmo virtual.Obrigado.
    Como não sou de ficar parada resolvi procurar a universidade, agora participo de cursos presenciais de discussões sobre a educação e estou preparando meu artigo para ser publicado. Logo tenho muitos projetos sem publicação. Este é um grande desafio e um bom começo para não parar no tempo. Mais uma vez obrigado. Estarei sempre presente para nossos debates.

    Um abraço e sucesso.

    • Celso Derisso Filho
    • 8 de maio de 2012

    Oi Valéria,
    Parabéns pelas novidades!! Quem nasceu para ser grande, com certeza será. Muito sucesso nessa sua jornada.
    Obrigado pela interação de sempre.
    Grande abraço e sucesso!!

    • Augusto Alaor
    • 14 de julho de 2012

    Passo por isso todos os dias,sou muito infeliz no que faço e não vejo outras alternativas.As vezes penso em largar tudo,mas penso nos que depende de mim e tento aguentar,porém é muito complicado

    • Celso Derisso Filho
    • 4 de abril de 2013

    Bom dia Augusto, tudo bem?

    Realmente é uma situação muito complicada. Quando acontece isso, talvez seja a hora de buscar novos caminhos, novos rumos na carreira. Pelo menos você ainda tem consciência disso. O complicado são as pessoas que passam se enganando a vida toda a respeito do que fazem.

    Boa sorte na sua jornada.

    Grande abraço e sucesso!!

  1. 27 de outubro de 2015
    Trackback from : Marketing Digital Sao Paulo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: