O Processo de Aprendizagem

Estudantes-sala-de-aula-2

“Se uma pessoa aprendeu algo, ela pode aprender qualquer coisa.” (Autor desconhecido)

Você, professor, já parou para pensar em como aprendemos?

Será que aprendemos apenas dentro de uma sala de aula, com a educação formal? Ou, também, temos o que a vida nos ensina, com a educação informal?

Uma vez eu estava conversando com uma senhora que queria voltar a estudar para distrair a cabeça e não ficar em casa sem fazer nada. Mas que ela estava em dúvida sem voltava ou não, porque tinha medo de não acompanhar os outros alunos.

Eu fiquei pensando na quantidade de conhecimento que ela deveria ter acumulado ao longo dos mais de cinqüenta anos de experiência de vida. Ela poderia não ter a educação formal de escola, mas ela foi capaz de criar os filhos, de cuidar de uma casa, de manter uma família, de trabalhar fora. Se ela conseguiu fazer tudo isso, a aula ela tiraria de letra.

Você já deve ter frequentado reuniões, cursos, palestras e até mesmo aulas nas quais você ficava sentado, parecendo que prestava atenção, mas sua cabeça esta a milhares de quilômetros de distância. Quando não, estava perdido sem entender o que era passado.

Será que o problema era com você ou com a forma que lhe era passado? Pense nisso.

Grande abraço e sucesso!!

Grande abraço e sucesso!!

Anúncios
    • Valéria
    • 19 de abril de 2013

    Olá Celso,

    Este artigo me fez refletir sobre a educação que queremos para jovens e adultos.Nós profissionais da educação precisamos conhecer o aluno.
    A tarefa da escola é formar indivíduo que deles podemos tirar o maior proveito, extrair habilidades, atitudes e capacidades para ingressar na sociedade,pois são estudiosos de natureza. É preciso que a escola ajude-os a dar continuidade ao que já sabem fazer de melhor com a suas experiências de vida.
    Quando não prestamos atenção nas aulas é porque não são interessantes, não estamos sendo motivados à gostar de aprender, pois um ato de conhecimento, talvez da realidade concreta, isto é, da situação real vivida pelo educando só tem sentido se for resultado de sua realidade e aprender não pode ser decorrente de imposição ou memorização, o relacionamento professor-aluno deve ser de diálogo, de troca de ideias onde ambos são sujeitos do conhecimento.

    Um abraço e sucesso pra você também.

    • Celso Derisso Filho
    • 20 de janeiro de 2014

    Obrigado, Valéria! Compartilho da sua opinião. Realmente as aulas devem ter um propósito maior para os alunos do que simplesmente “passar matéria”.
    Obrigado pelo comentário!
    Grande abraço e sucesso!!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: